nailsondas@nailsondas.com.br (11) 2033-0485 / 2032-6043  
 
 
 

  SONDAGENS

 

 

POÇOS DE MONITORAMENTO

Os poços de monitoramento são utilizados em diversas circunstâncias e tem por objetivo obter amostras de água subterrânea a fim de se verificar, através das análises químicas e físico-químicas a qualidade hidro geológicas e os seus índices de contaminação.

 

Os serviços de inspeção e análise através dos poços de monitoramento também nos fornecem outros indicadores de contaminação, como PAH e BTEX no caso de hidrocarbonetos.

Comumente utilizada em área de disposição de resíduos sólidos poluentes, tipo aterros sanitários e lixões, postos de serviços de abastecimento para detecção de vazamentos, sendo que esses devem seguir rigorosamente as Normas da ABNT, segundo a NBR 13895.

perfuração dos poços de monitoramento devem ser realizadas com diâmetro mínimo de 100 mm e constituídos por revestimentos (PVC-Geomecânico ou Aço Inox – tubo liso) rosqueável, filtro de mesmo material com ranhuras variando entre 0,4 mm a 0,6 mm de abertura com extensão variável compreendendo o nível d’água, levando em consideração a variação sazonal da região e sua extremidade inferior deva ser fechada com tampa rosqueável.

O espaço anular entre a parede do furo na região do filtro deve ser preenchido com pré-filtro (material drenante e inerte), esse material é constituído de areia lavada e classificado tipo Jacareí com diâmetro de 3,00mm, estendendo-se 0,30 m abaixo e acima da extensão do filtro. Ainda no espaço anular acima do pré-filtro deve ser cuidadosamente selado com bentonita e cimento com pouca areia para acabamento, evitando contaminação por escoamento superficial.

Os poços de monitoramento recebem tampa de ferro e cadeado, selado para proteção e instalado câmara de calçada, para futuras campanhas de coletas de água ou vapor para análises químicas.

 Resultado de imagem para imagem de poços de monitoramento

 

SONDAGEM A PERCUSSÃO (SPT)

Standard Penetration Test (SPT) ou Sondagem SPT é reconhecidamente a mais popular, rotineira e econômica ferramenta de investigação em praticamente todo o mundo, servindo como indicativo da densidade dos solos granulares e sendo também aplicado à identificação da consistência de solos coesivos e mesmo de rochas brandas. Métodos rotineiros de projeto de fundações diretas e profundas usam sistematicamente os resultados de SPT, especialmente no Brasil.

O ensaio constitui-se em uma medida de resistência dinâmica conjugada a uma sondagem de simples reconhecimento. A perfuração é obtida por tradagem e circulação de água utilizando-se um trépano de lavagem como ferramenta de escavação. Amostras do solo são coletadas a cada metro de profundidade por meio de amostrador padrão.

O procedimento de ensaio consiste na cravação deste amostrador, usando a queda de peso de 65 kg, caindo a uma altura de 75 cm. O valor Nspt é o número de golpes necessário para fazer o amostrador penetrar 30 cm, após a cravação inicial de 15 cm.

As vantagens deste ensaio com relação aos demais são: simplicidade do equipamento, baixo custo e obtenção de um valor numérico de ensaio que pode ser relacionado através de propostas não sofisticadas, mas diretas, com regras empíricas de projeto.

O ensaio de SPT tem sido usado para inúmeras aplicações, desde amostragem para identificação de ocorrência dos diferentes horizontes, previsão da tensão admissível de fundações diretas, previsão da capacidade de carga de fundações profundas, até correlações com outras propriedades geotécnicas.

É o ensaio mais executado na maioria dos países, no Brasil foi normatizado pela ABNT pela NBR 6484
“Solo – Sondagens de simples reconhecimento com SPT – Método de ensaio” (SPT- Standard Penetration Test).

SONDAGEM A PERCUSSÃO COM TORQUE

A introdução da medida de torque nos ensaios de sondagem de simples reconhecimento ( SPT-T ), assim como o estabelecimento das regras básicas para sua interpretação, ocorreram a mais de 10 anos. A medida do torque é efetuada ao término de cada ensaio de penetração (SPT). Cravado o amostrador padrão conforme NBR 6484, verifica-se a medida de torque máximo e torque residual, através de um torquímetro, medidos em Kgf.m.
O estabelecimento de correlações estatísticas entre os valores de SPT e Torque, permite enquadrar os solos em um novo tipo de classificação, onde sua estrutura desempenha papel fundamental.

SONDAGEM AMBIENTAL

Atuamos também no seguimento de sondagem ambiental com equipes especializadas em instalações de poços de monitoramento para estudo de passivos, exigidos na renovação de licenças, até a resolução CONAMA (Conselho Nacional do Meio Ambiente), que dispõe sobre o licenciamento de postos de combustíveis, derivado de petróleo e álcool.

 

 

NAILSONDAS - Sondagens, Geotecnia e Meio Ambiente Ltda
R. Dr. Miguel do Val, 64 - Vila Carolina
SÃO PAULO - SP
CEP: 08040-170